TODOS POR UMA CAUSA: CUIDAR DAS ÁGUAS! 

foto

 

Meus amigos e amigas das águas.

 

Às vezes temos a impressão que o caminhar neste mundo é sobre uma corda bamba onde em todos os momentos parece que vamos perder o equilíbrio e cair.

E sem rede embaixo esperando a queda.

Seja nas lambanças políticas de muitos líderes mundiais ou no limiar de guerra tantas vezes desenhado em territórios hostis e não hostis, o ser humano está a assistir a cada dia um acontecimento diferente que o leva a sempre pensar pelo pior.

E neste contexto, o tempo não para. A informação acelera seus bits e chega a todos nós numa velocidade incrível acrescentando neste tempero o receio de que não temos onde nos apoiar mesmo, deixando a corda mais bamba e nós mais próximos do desequilíbrio.

 O homem, o maior prejudicado neste cenário, paradoxalmente, na ânsia de se manter vivo, intensifica o ataque aos recursos naturais buscando desenvolvimento que lhe dará renda e vai a cada dia danificando mais seu território, seu lar.

E assim, com uma população cada vez maior, nosso planeta assiste cada vez mais a processos de degradação, lutas armadas e fome crescente para seus habitantes.

Mas, espere. Chega de ver o fim do mundo logo ali.

Talvez consigamos nos equilibrar nesta corda bamba.

Nem tudo são más notícias.

 Ao mesmo tempo em que assistimos à irresponsabilidade de muitos governantes, percebemos que o homem comum, aquele a quem cabe construir a vida no planeta, vai se socializando e participando cada vez mais dos processos de governança, de decisão.

E isto é bom. Muito bom.

 Desta forma, levantando bandeiras, o homem tem conseguido no mundo a reversão de muitas destas “maldades” que estão sendo cometidas.

Como nosso assunto é agua, em específico neste tema, é grande a satisfação de perceber o grande número de atores dos mais diversos segmentos, participando dos processos de gestão dos recursos hídricos. Com uma só intenção: cuidar melhor de nossas águas.

Esta edição explora com grande alegria a inserção dos jovens neste processo de gestão das águas. Muitos jovens estão se movimentando no mundo neste exato momento na luta pela recuperação, preservação e conservação de nossas águas superficiais e subterrâneas.

Eles são uma força nova, vibrante e fundamentalmente com potencial construtivo para um melhor cuidado com nossas águas.

Eles se unem a tantos espalhados neste planeta pela conscientização na educação ambiental com nossos recursos hídricos.

Isto mostra, mesmo num mundo virando do avesso, como somos resilientes.

Fortes e cheios de esperança de um mundo melhor.

Acreditamos que os bons vencerão os maus um dia e a corda bamba não será mais bamba nem teremos que nos equilibrar.

 Afinal, somos todos jovens, cheios de uma força interna grandiosa para cuidar de nossos espaços e de nossa vida.

Em especial, cuidar de nossas águas, uma causa nobre que nos une.

 

 

Expediente

 

Direção executiva e coordenação técnica

REBOB Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas.

Edição

REBOB Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas.

Supervisão Técnica e Artística

Lupércio Ziroldo Antonio

Diagramação, Produção e Revisão

Excelent Mídia Publicidade | +55 18.3634-1782

Jornalista responsável

Beatriz Bugiga | MTB: 58244/SPZ

Lupercio-Ziroldo

LUPÉRCIO ZIROLDO ANTÔNIO

Governador do Conselho Mundial da Água e Presidente da REBOB e da Rede Internacional de Organismos de Bacia

rebob@rebob.org.br